segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Que comerciantes ?

Depois de mais um fim de semana onde tivemos a oportunidade de mostrar a nossa mais valia na cidade de Leiria, ainda verificamos que muito dos comerciantes só reagem quando os seus colegas desenvolvem actividades ludicas e comerciais. Serão esses comerciantes capazes de enfrentar o nosso mundo global com a invasão das grandes marcas e dos novos locais de comercio que a cidade vai criar ? A resposta é não. Se o tipíco comerciante do comercio tradicional não tiver capacidade de inovar, de se superar, de inventar e reinventar o conceito de comercio tradicional, não poderá sobreviver à forte concorrencia que ai vêm, independentemente dos artigos ou da area de negocio. Os comerciantes do Centro Historico não têm ainda a capacidade de se adaptar ás novas exigências, pelo que tememos que o futuro não seja muito risonho para quem não queira avancar nesse sentido - dinamizar e fugir ao marasmo da ultima decada é imperioso que se faça já. E de nada adianta os lamentos que todos os dias se houve em cada esquina. O que fazem os comerciantes para dar o passo em frente ?, se nada fAZEM já é mau, agora sistematicamente ser do contra, dos que os querem ajudar, penso que não será o caminho. O caminho é a entrega, a dinamizaçao de grupo, o trabalho comunitário, o reinventar o comercio tradicional com opcçoes de qualidade todo isto em sintonia com todos os comerciantes. Este é um alerta, mas tambem um serio aviso. Não fiquem à espera. Juntem-se a nós comerciantes que pretendem dinamizar e desenvolver o enorme projecto de sucesso para a cidade e logo para todos nós.

CENTRO HISTORICO LEIRIA

sábado, 16 de agosto de 2008

MAIS UMA RAZÃO QUE A PROPRIA RAZÃO DESCONHECE

Gaia: Centro histórico apenas acessível a quem tem Via Verde A Câmara Municipal de Gaia aprovou hoje uma proposta para que o centro histórico da cidade fique apenas acessível a moradores, proprietários de actividades económicas na zona e portadores de Via Verde.O vice-presidente da autarquia, Marco António Costa, afirmou que a medida segue a tendência de outras cidades europeias de limitar o acesso aos centros históricos. O objectivo é facilitar a circulação de veículos prioritários, travar o estacionamento anárquico e garantir maior tranquilidade aos moradores, acrescentou o autarca à Lusa. A circulação automóvel no centro histórico de Gaia irá ficar limitada aos portadores de identificadores de Via Verde, sendo que quem more ou desenvolva uma actividade económica na zona terá os dispositivos específicos fornecidos gratuitamente. A CDU contrapôs, em comunicado, que a medida "acaba por constituir uma forma de financiar as empresas Brisa e Via Verde, sendo ainda muito duvidosa a sua eficácia".

EXISTE ALGUEM SEMPRE CONTRA A EVOLUÇAO.

CENTRO HISTORICO LEIRIA

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

VISEU EXEMPLO VIVO

COMO ESTAMOS CERTOS E NOS COPIAM.
"
Centro histórico sem carros a partir de hoje

É uma experiência que entrará em vigor a partir de hoje. A partir das 21H00, e até ao encerramento dos bares (02H00), não será possível ir de carro até ao Centro Histórico. A Rua do Comércio, a Travessa da Misericórdia e o Largo Major Teles, que dão acesso à zona antiga da cidade, serão vedadas ao trânsito. “Existe uma grande colisão entre carros e as pessoas que querem andar a passear”, justificou Fernando Ruas, o presidente da Câmara de Viseu. “Quem circula de carro no centro histórico, limita-se a dar voltas, porque nem sequer tem onde estacionar”, acrescentou o autarca.
Se a experiência resultar, Fernando Ruas admite mesmo alargar a medida aos restantes dias da semana. Os residentes continuarão a ter acesso ao Centro Histórico, mediante um cartão comprovativo de residência. "

Estamos certos ou errados ? porque motivo as outras cidades fazem o mesmo que nós ??? Não deveria o erro servir de exemplo e a razão de conceito ??? Noticia de 10 de Agosto de 2008, Viseu

CENTRO HISTORICO LEIRIA

PARA ONDE CAMINHAS ?

Hoje saiu uma noticia no Jornal de Leiria, onde 5 comerciantes contestam a nossa iniciativa, todos eles relacionados com a restauraçao. Numa iniciativa nossa tomamos a liberdade de responder aos mesmos atraves do nosso blog por forma a não perder-mos muito tempo com as questoes por eles colocadas.

1- O Sr. R.R . gosta das nossas iniciativas, mas quer mais animaçao de rua, pois só assim na sua prespectiva, retira mais valias. Em resposta a este assunto informamos o Sr. R.R. que até agora as iniciativas foram pagas com o nosso dinheiro, pelo que ele estará desde já convidado a efectuar uma iniciativa do genero e a participar como nós participamos e se pretender pode convidar-nos como nós o convidamos a ele. O encerramento ao transito na Rua Direita não diminuiu a afluencia à rua, nem aos estabeleciemntos comerciais, pois nenhum cliente entra nas nossas lojas com o carro. Se existe mais gente, como pode a insegurança estar presente ? Somos pessoas sem caracter e com má formaçao , ou está a dizer que os nossos clientes o são? ou a presença de automoveis consegue mais segurança ?, então venham carros e não policias .

2 - Em resposta à Dª. C. P., informamos que a Sócia, Dª. A. esteve presente numa reunião e não foi contra as directrizes ali seguidas, pelo que achamos estranho tais comentarios.

3 - Sr. J. M., o centro historico não coloca somente mesas no meio da rua, já fez 3 eventos, festa S. Pedro, festival do Mar e Verão, Mostra das actividades Economicas, onde este foi publicitado, Radio Renascença, radio Batalha ( com entrevistas ao vivo aos turistas e lojistas ), Jornais: Diario Leiria, Jornal Leiria, Regiao Leiria, entrega de publicidade em locais publicos e de grande afluencia de potenciais clientes, etc. Por isso não basta dizer mal é preciso saber dizer mal. Quanto aos estrangeiros gostarem de efectuarem o reconhecimento à zona historica de carro e assim não o poderem fazer, será pelo facto do Sr. colocar o seu carro na sua rua ??? e eles não conseguirem nem passar nem sair ???. Se a iniciativa não faz com que eles fiquem então agradecemos as suas ideias, elas serão bem vindas.

4 - O Sr. N.L. e o Sr. B. V. tambem não estão contentes,e se pedirmos à CMLeiria mais uma hora abertos já gostam ???

Meus Srs. em tanto tempo no Centro Historico nada fizeram por esta zona pelo que solicitamos que deixem trabalhar quem gosta do centro Historico e metam mãos ao trabalho de divulgar e dinamizar o centro Historico e se deixem de argumentos de quem não consegue mais que umas pequenas noticias, assim não vão lá.

Nós os comerciantes iremos dinamizar com ou sem as vossas presenças, pois sabemos para onde queremos ir e por onde ir.

Centro Historico Leiria

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

O PRAZER DE VIVER NAO TEM FUMO DE AUTOMOVEL

Tornar o coração da cidade num centro comercial a céu aberto
2008-08-09
É ambicioso o projecto dos comerciantes e moradores do centro histórico de Leiria, acreditando que as medidas que agora começam a delinear-se conseguirão alterar a zona, de forma a competir com os projectos comerciais previstos para a cidade, a médio prazo.
A ideia é criar, ali, um centro comercial a céu aberto, juntando as ofertas comerciais aos locais históricos e de culto.
"Temos aqui de tudo: lazer, cultura e comércio", considera o comerciante Luís Ferreira, frisando que "os próximos três anos serão fundamentais para nos organizarmos e conseguir rentabilizar o que temos".
A cidade de Leiria tem prevista a criação de, pelo menos, três espaços comerciais de dimensão relevante: o novo shopping (a construir junto ao estádio municipal), um novo centro comercial nas actuais instalações da gare da rodoviária e o alargamento da área comercial do hipermercado Continente.
"Temos que conseguir afirmar esta zona antes da concretização desses projectos, de forma a que, mesmo com eles em funcionamento, o público perceba que um centro comercial a céu aberto e com história é melhor do que um conjunto de lojas em espaço fechado", sustenta.
"Os comerciantes estão empenhados neste objectivo", afirma, contando que o conceito de 'condomínio' agora criado dará lugar, no futuro, a uma Associação de Comerciantes da Zona Histórica. "Sentimos que os nossos problemas são específicos e para os resolver é preciso uma política de proximidade a que a actual associação comercial, sozinha, não consegue dar resposta", frisa.

NOTICIA JORNAL NOTICIAS - 09.08.08

Comerciantes unidos para revitalizar zona histórica
Empresários e moradores criam condomínio e desenvolvem acções para atrair pessoas
2008-08-09
HELENA SILVA
Os comerciantes e moradores do centro histórico de Leiria estão a revitalizar a zona, tendo criado um "condomínio". As acções são delineadas e postas em prática por todos. Esta noite, há lojas abertas até de madrugada.
A acção pretende atrair visitantes ao coração da cidade que, nos últimos anos, tem estado votado ao abandono. A 'rua direita', principal artéria da zona história, vai ser encerrada ao trânsito. Ali, entre as 21 e as 24 horas, são montadas esplanadas e colocadas bancas de venda na rua. Música e animação completam o cenário.
"O objectivo é conseguir manter esta dinâmica e alargá-la a outros dias para que, entre quinta e sábado, o comércio tenha esta animação", explica Luís Ferreira, comerciante, e um dos principais dinamizadores da acção. A ideia é aproveitar a presença de visitantes que, durante a noite, frequentam os bares daquela zona e dar-lhes a conhecer o comércio que ali existe.
Em simultâneo, conta o responsável, procura-se sensibilizar os moradores - muitos dos quais, idosos - para a necessidade de dar vida à zona. "Alguns já não saíam de casa à noite há muito tempo e, desde que começámos a realizar estes eventos, sentiram ânimo em voltar a fazê-lo", explica.
A mudança começou a operar-se há dois meses. Um conjunto de comerciantes e alguns moradores decidiram agrupar-se numa espécie de "condomínio". O espírito é: a alteração da situação depende de cada um. Por isso, todos têm que trabalhar em prol da melhoria.
O alargamento de horários, em algumas noites, é, apenas, um dos passos. A melhoria do estado de degradação de muitos edifícios tem constituído outra das apostas. "Como não temos muito dinheiro para fazer intervenções de fundo, decidimos melhorar a 'cara' da zona histórica", conta Luís Ferreira. Muros e fachadas foram, nas últimas semanas, pintados e têm hoje um aspecto mais agradável. A diferença, diz, "já se faz notar".
"Tenho esta loja há dois anos. No início, havia dias em que não passava aqui ninguém (na principal rua da zona). Hoje, temos 30 a 40 clientes por dia", assegura.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

CENTRO HISTORICO À NOITE


No passado sabado dia 09 de Agosto, entramos na dinamica -" Sabado à noite no Centro Historico .
No seguimento do nosso projecto e com a participaçao de vários lojistas - Virus, Calvito, Restaurante Cardomomo, Café Palhinhas, Loading, VDesign, Restaurante La Lém, Restaurante Pátio das Cantiga, Os Filipes - começaram as noites de animaçao no Centro Historico ao sabado à noite. Esta forma de estar presente na cidade irá prolongar-se pelas noites de sabado, com animaçao e com a abertura do comercio ao publico até as 2 h da manhã,. O projecto será até ao dia de 30 de Setembro, sendo que depois dessa data iremos estudar com a CMLeiria outro horario ou a continuaçao do mesmo. O objectivo é dinamizar as noites de sabado, o que neste foi conseguido com o sucesso, tendo o publico aderido em grande numero ao centro, tanto que assim foi, que o horário foi cumprido até ao ultimo minuto com imenso publico ainda dentro das lojas e nas ruas. A animaçao foi imensa e sempre muito animada, com pessoas de todas as idades, inclusive sentimos a presença de Leirienses que não são clientes habituais do centro, o que é de salientar. A idade media do publico no sabado passado, segundo as nossos estudos ( sim tambem fazemos estudos nestes dias ) foi entre 0s 35-45 anos o que é muito agradavel de verificar, pos significa que o nosso grau de exigencia começa a dar frutos.

Se ainda não nos visitou, venha visitar-nos no proximo fim de semana alargado e irá ficar maravilhado com a nossa sala de visitas.


Centro Historico Leiria

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

REUNIAO - 6.08.08 - RESULTADO


Efectuada a reunião de ontem, verificamos que a mensagem que pretendemos passar só chega nos dias dos eventos, ou seja os comerciantes do CHLeiria só aparecem nesses dias para tirar proveito do nosso trabalho. Por isso e para que o mesmo não continue a acontecer sistematicamente, sem que os mesmos não sejam chamados à razao iremos tomar medidas para marginalizar essas pessoas que somente têm um espirito de aproveitamento, porque o que lhes interessa de facto é que os outros comerciantes trabalhem para eles, para eles terem LUCRO SEM TRABALHO.

Nesse sentido iremos promover acçoes de marketing, comunicados , eventos, onde as zonas dos mesmos sejam declaradamente marginalizadas por forma a que os mesmos sintam na pele o que nós ( que trabalhamos no duro ) sentimos quando marcamos reuniões, estrategias de divulgaçao de trabalhos de rua e somos sempre os mesmos a executa-las.

Para aqueles que veste o fato de gala nos dias dos eventos, só temos uma mensagem, ou se juntam a nós nos trabalhos ou os deixamos sozinhos e fora deste plano de marketing, porque não precisamos deles para os nossos objectivos.


Foi planeado já diversas formas de marketing, para promoçao do CHLeiria e essas pessoas se até ao fim de Setembro não demostrarem a sua plena integraçao no CHLeiria e no trabalho deste grupo, ficarao fora do mesmo por um periodo de 3 meses. No fim desse prazo iremos analisar se iremos ou não integra-los ou continuar a deixa-los de fora.


Tudo isto porque estamos a fazer um trabalho duro, exigindo não só o esforço fisico de cada um de nós como parte do nosso tempo é abdicado em prol do CHLeiria e deixando de fora a nossa familia, assim como o nosso lazer, tão necessario depois de um dia de trabalho.


Para aqueles que se julgam mais inteligentes e espertos chegou o momento de dizer basta.

Comerciantes reuninos ontem : VDESIGN, CAFE PALHINHAS, VIRUS, ANA & RITA.

Os seguintes comerciantes não poderam estar presente por motivos justificados : ARQUIBOX, LOADING, CALVITO, CARDOMOMO.


CENTRO HISTORICO LEIRIA

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

REUNIAO - 6.08.08


Amigos a reuniao para planear o novo passo está agendada para 4ª. feira dia 6.08.08 pelas 19h no café Palhilhas. A tua presença é importante, contamos contigo.



Centro Historico Leiria

domingo, 3 de agosto de 2008

LEIRIA MUDOU-SE PARA O CENTRO HISTORICO






No sabado, 02 de Agosto 2008, Leiria mudou-se para o seu Centro Histórico, tantas foram as pessoas que ali passearam e animaram a noite. Umas porque estavam de ferias outras porque queriam passar o fim de semana envolvidas na enorme alegria de puro bairro em que se tornou o centro historico.

A satisfaçao estampada na cara dos Leirienses, deixou-nos uma mensagem clara - Nao podemos parar -Os parabens, as palavras de incentivo, o dinamismo imposto pela populaçao na procura de desfrutar de toda a involvência do centro, já nos dá a certeza - Estamos no caminho certo.

Leiria no sabado ganhou um novo alento e um novo espaço de lazer e diversão, as noites de sabado nunca mais serão as mesmas, e com isto poderemos dizer sem falta de modestia que foi tudo conseguido pelos comerciantes fortemente empenhados neste fabuloso e duro projecto, como foi dito no inicio deste projecto, este seria a mais dura prova jamais tentada em Leiria, e tem sido amplamente conseguido superar todos os objectivos até agora lançados.
A noite começou pelas 19h com a rua fechada ao transito, começava o inicio da noite mais comentada e badalada que tivemos nas ultimas semanas quer pelos jornais quer pelas rádios.

Começava a procura das ementas mais saborosas e que despertavam o apetite, mesmo até ao estomago mais refinado. A companhia na hora do jantar estava completa, amigos-boa comida-a historia do nosso centro historico, estavam todos reunidos na mesma mesa e eram muitas ao longo das nossas ruas.

Depois de um bom respasto, era a hora de ir descobrir todas aquelas lojas que o tempo se encarregou de encher com historias e que estavam à muito no sotão das memorias dos Leirienses, pelo meio a descoberta de novas lojas com conceitos e personalidade que só poderão ser encontradas no CHLeiria. O prazer e a surpresa era bem visivel nos sorrisos dos nossos amigos Leirienses. A descoberta de licores, os caracois do café Palhinhas, as peças unicas da VDesign, as delicias de roupa do Calvito, a simpatia da Dª. Felisminia e amigos, o conceito arrojado da Garagem, a Criminal compareceu dentro da Lei, a Loading presente com um novo e arrojado conceito de bem servir e a Virus com as suas tshirts unicas a despertarem emoçoes de sobra.
O quiosque do café colocado pela Mambo, onde os 2 gerentes de palmo e meio cativaram os clientes com a sua persistencia e dedicaçao. Os deliciosos bolos da Susana adoçaram ainda mais a noite. Estavamos convencidos.... esta noite tinha que ter continuaçao pelo que decidimos oferecer a Leiria mais noites com este glamour que só o CHLeiria tem e as suas gentes sabe oferecer.
Podem contar connosco no futuro.
Centro Historico Leiria

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

NÃO TEM SENTIDO ???


Hoje, estamos indignados.
Recebemos a noticia mais dura que um comerciante pode receber, o Presidente de uma associaçao Comercial que representa ou deveria representar os interesses dos comerciantes associados dessa associação, OU NÃO, independente do seu valor financeiro e patrimonial, vem afirmar na comunicaçao social que a união, a defesa dos interesses dos comerciantes, o trabalho por eles realizado, a iniciativa demonstrada pelos mesmos, não faz sentido e é desnecessaria.
Já não é a 1ª. vez que este Sr. vem ofender o nosso trabalho arduo e sem ser remunerado, sem visibilidade publica ou politica, sem interesses de outra ordem, a não ser defender o CENTRO HISTORICO LEIRIA, dinamizar o mesmo e por consequencia OFERECER o prazer de viver no centro historico Leiria.
Como pode tal personagem afirmar um disparate maior que o nosso castelo ?.
Relembramos ao Sr. Presidente da associaçao que nos seus regulamentos o mesmo tem como missão e passamos a citar " representar, defender e promover os interesses e direitos legitimos comuns dos associados, seu pretigio e dignificaçao ". É dignificante ter associados em estado de pobreza ? representa os associados, ofendendo o seu espirito de luta por lutarem por melhores condiçoes de vida ? promove a armonia entre os comerciantes com tais afirmaçoes ?, é solidário com os mesmos quando afirma que este trabalho não passa de um amuo dos mesmos ?
Não é este o espirito enamado no artigo 3º dos seus estatutos, é precisamente o contrario Sr. Presidente.
A unica vez que os seus associados vêm ou ouvem falar da " sua " associaçao é quando passa o cobrador para lhes cobrar um serviço que V. Exa não presta.
já se questionou porque motivo os seus colegas não se associam à sua associação, e porque motivo se associam a um rol de pessoas que somente trabalham em defesa e dinamizaçao do Centro historico ,sem darem nada em troca e sem pedirem nada, a não ser " TRABALHO ".?

Leia os seus estatutos e facilmente compreenderá porque motivo as pessoas não se associam a si, Sr. Presidente .
As suas palavras são um motivo de orgulho, porque demonstram que estamos no caminho certo, e isto somente em 2 meses, agorem imaginem em 4 anos, será dificil de imaginar não.....?


Trabalhamos para nós e logo para a cidade porque fazemos parte dela e sem ela nós não existiamos, ou contrario de outros que se servem dela e dela retiram tudo sem darem nada.

Esta é a unica vez que nos damos ao trabalho de perder tempo com este assunto, pois estamos certos que mais vezes iremos ser ofendidos, humilhados e minimizados, mas como temos assuntos mais importantes que a critica facil, pois não faz parte da nossa gene este tipo de postura, não será agora qua a fomentaremos. Ponto final..., vamo ao trabalho e deixa-los a falar sozinhos.

CENTRO HISTORICO LEIRIA