sábado, 17 de outubro de 2009

CONVITE - UM PASSEIO NA HISTORIA

Entre o Castelo e o rio Lis nasceu e cresceu a cidade de Leiria. A sua fundação medieval surge no movimento da reconquista cristã aos muçulmanos, protagonizado pelo primeiro rei português – D. Afonso Henriques. Leiria tem um centro histórico com muito por contar, hoje é uma memória esbatida de antigas dinâmicas entre habitantes, comercio, serviços e lazer. Visitar o CHLeiria é assim uma lembrança e um acto pedagógico, pelo que se aprende e pelos encantos a reavivar que se encontram, estamos certos em hibernação.
Ao sugerirmos a sua visita ao mesmo, estamos certos que será não só um passeio temático, como uma enorme aventura na descoberta dos encantos e recantos de cada história existente no comércio tradicional e nas pessoas que fazem parte dessa história.
Vigiada pelo poeta que lhe deu nome, a praça é um ponto de bem-estar onde o perfume do sec. XII perdura até aos nossos dias em cada virar de página do livro de poemas, lido entre um sorriso e um café.
Ao entrarmos no espaço residencial nobilitado de Leiria, encontramos o local de culto, mas agora nocturno. De famílias de velha linhagem a outras de nobilitação literal, que ostentam brasões de armas, converte-se em espaço cultural e de laser nocturno, onde a Biblioteca é um vizinho atento e com tradições fidalgas
Ao percorrermos a Rua barão Viamonte outrora Rua Direita encontramos toda a história da nossa cidade, ao entrarmos no coração da antiga Judiaria, ao mesmo tempo que encontramos lojas com anos de histórias podemos também entrar na irreverência dos novos conceitos da juventude e das fortes apostas comerciais, as mesmas que Ernesto korrodi utilizou ao “ pincelar “ esta zona nobre. Encontramos pois um misto de história com a irreverência dos anos modernos. Rua “ Direita “ ou directa entre dois antigos espaços nobres da cidade, o espiritual (Sé Leiria) e o residencial (Terreiro), continuam ainda hoje a ser o eixo central da nossa Leiria.
Entre um delicioso passeio em família, um prato tradicional e uma “ Ave-maria “ está a sua vontade, e essa será com toda a certeza a vontade de reviver e recuperar toda a nossa Historia de uma cidade que teima em permanecer com todas as suas histórias e reis e rainhas como se de um conto se trata-se.
Visite-nos, teremos todo o prazer de o receber como um rei e fazer da sua presença mais um dia de festa.

CENTRO HISTORICO LEIRIA.

sábado, 10 de outubro de 2009

FARO DISCUTE O USO EFICIENTE DA AGUA. E LEIRIA ?

Uma boa acção não tem fronteiras, por isso voltamos a sair de Leiria para ir buscar exemplos do que se faz de positivo pela sustentabilidade urbana. Este vem directamente do Algarve (uma vez mais...), mais propriamente de Faro, cidade que irá receber um seminário sobre o uso eficiente da água no sector residencial.

No seminário serão apresentados os resultados do Eco-Casa Água, um projecto que se iniciou em 2007, resulta de uma parceira entre a Águas do Algarve e a Quercus e teve como objectivo a sensibilização dos consumidores para a necessidade de utilizar a água de modo eficiente.

O seminário realizou-se no dia 12 de Outubro, no Teatro Municipal de Faro, e debateu, para além do uso eficiente de água, temas como o abastecimento de água e gestão da procura e os dispositivos de redução de consumo de água.

Entre os projectos que fazem parte desta iniciativa destaque para o programa Eco-Famílias, que acompanhou dez famílias residentes no Algarve, durante 2008, para perceber os consumos registados nos diferentes usos domésticos. Assim, e segundo os responsáveis pelo projecto, a partir da avaliação de comportamentos e hábitos de consumo é possível identificar oportunidades de optimizar a utilização da água.

O uso eficiente da água é cada vez mais um dos principais “cavalos de batalha” da sustentabilidade. É necessário agora passar da teoria para a prática e começar a pensar "à séria" em encontrar soluções contra o desperdício de água.

Na sua opinião, e em relação a este tema, Leiria está no bom caminho – ou nem por isso?.

CENTRO HISTÓRICO LEIRIA

CIDADES VÃO AJUDAR A COMBATER AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

A notícia é do Diário de Notícias de domingo e explica como, no futuro, as cidades serão os "pontas-de-lança" do combate às alterações climáticas. Já tínhamos REVELADO como as cidades podem ser decisivas nas questão das alterações climáticas, hoje vamos desenvolver esta ideia.

Segundo o Diário de Notícias, que cita dados da Siemens, a adopção de medidas de poupança energética pode significar menos 90% de emissões de CO2, sendo que a poupança energética consegue financiar-se a si própria: uma cidade com 164 edifícios conseguirá poupar 5,3 milhões de euros por ano.

Para a Siemens, no futuro tudo será sustentável: os veículos, os edifícios, a moda, a alimentação, os electrodomésticos, as empresas e, claro está, as cidades.

Uma das soluções das cidades sustentáveis, segundo a multinacional alemã, passa pela troca do avião pelo transporte ferroviário, uma vez que os comboios da alta velocidade emitem um “décimo dos quilos de dióxido de carbono enviados para a atmosfera pelos aviões”.

Outra das inovações prende-se com os sistemas de gestão de trânsito, que irão avisar os condutores dos lugares de estacionamento livres e dos locais com engarrafamentos. Isso evitará o pára-arranca e consequente emissões desnecessárias de CO2.

Segundo dados da Siemens, as cidades consomem 75% da energia mundial e geram 80% das emissões de CO2. Com o aumento da população nas grandes cidades – quem em 2030 terão 60% da população mundial – no futuro, se nada for feito, haverá um cocktail explosivo citadino.

Autocarros híbridos, aposta nos transportes públicos – eléctricos sem linha e metro de superfície –, e sistemas inteligentes de inmótica e domótica são outras das medidas para desenvolver, sustentavelmente, as cidades do futuro.

CENTRO HISTÓRICO LEIRIA

sábado, 3 de outubro de 2009

PERGUNTA A DAVID CATARINO - PRESIDENTE DO TURISMO LEIRIA/ FATIMA



Luís Ferreira, lojista no centro histórico de Leiria : -  Para quando a colocação do centro histórico e do castelo de Leiria nos Roteiros turísticos da região e como entende que deve ser feita a promoção dessa zona?

Resposta : O castelo de Leiria está já integrado nos roteiros da região. O centro histórico vai, a curto prazo, ser alvo de Valorização urbanística. Esperamos que se pense na acessibilidade ao castelo, de modo a potenciar o seu uso. Com outros recursos turísticos disponíveis na cidade, poderemos pensar numa acção promocional adequada, dando-lhe uma maior vocação turística

Noticia do Jornal de Leiria - 01.10.09.

CENTRO HISTÓRICO LEIRIA

Raul Castro quer videovigilância em Leiria


A instalação de videovigilância em alguns pontos da cidade é uma das medidas que Raul Castro, candidato do PS à Câmara  Leiria, preconiza para melhorar as condições de segurança no concelho. Durante uma conferência de imprensa, realizada segunda-feira para apresentar o seu projecto de segurança, o socialista aproveitou ainda para criticar Isabel Damasceno que, “depois de assumir que não havia problemas de insegurança, vem agora dizer que há preocupações nesta área”. A candidatura de Raul Castro propõe ainda a criação de um posto de atendimento da PSP no centro histórico e o Reforço da iluminação pública, como “factor dissuasor da criminalidade. Os socialistas prometem também diligenciar junto do Ministério da Administração Interna a assinatura de um contrato local de segurança, com vista à descentralização de competências nesta área e ao reforço de efectivos, e a criação de um posto da GNR que sirva a zona Sul do concelho. Raul Castro sublinha ainda a necessidade de sensibilizar a Administração Central para a construção de uma nova esquadra da PSP, um “sonho” que permitiria aproveitar o actual edifício para fins turísticos.

Jornal Leiria - 01.10.09

No seguimento das nossas preocupações e ideias para a segurança de pessoas e bens no CHLeiria e sempre defendidas junto da CMLeiria, tendo a Presidente Isabel Damasceno sempre negado esse facto, afinal agora diz o dito por não dito. Agora com o estudo e plano de segurança apresentado pelo Dr. Raul Castro, já vem defender que afinal o que não existia passou a existir - INSEGURANÇA NO CENTRO HISTÓRICO.

Podemos e temos que defender politicas que salvaguardem a nossa segurança e dos nossos bens, e isso será defendido por nós até á exautão.

CENTRO HISTÓRICO LEIRIA

LEIRIA - EDUCAR PARA UMA SOCIEDADE DE CONSUMO

Educar para o controlo dos consumos de risco numa sociedade de consumo é o tema de uma conferência a realizar, no próximo sábado, na Livraria Arquivo, em Leiria. Com início marcado para as 18:30 horas, o colóquio contará com a presença de Joaquim Rodrigues,  psicólogo que foi o primeiro presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência. A iniciativa é organizada pela Provilei – Associação de Solidariedade Social, no âmbito do projecto de prevenção Leiria  Be Cool.


CENTRO HISTÓRICO LEIRIA