segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

O fantasma do estacionamento

Leiria vive o fantasma do preço do estacionamento concessionado sem que ninguém tenha a coragem de o resolver.

Contudo para os mais distraidos, Leiria é a cidade com mais estacionamento dentro da sua malha urbana sem taxa. A cidade está dividiva, ou seja, na zona norte a maioria do estacionamento é grátis, na zona sul não existe estacionamento grátis. Se o preço/hora do estacionamento é dos mais caros em Portugal, também é verdade que a autarquia tem soluções para baixar esse custo sem colocar em causa a taxa de rentabilidade dos contratos assinados com as empresas que ganharam as concessões.

 Só que a falta de coragem tão carateristica desta falta de politica serve como uma luva para este problema. Já se afetou o parque de estacionamento do antigo mercado levante entre o rio liz e o mercado municipal para a instalação da rodoviária, agora querem que a rodoviário fique onde está mas com uma saída pela rua S. francisco (inclusive o assunto já foi votado na assembleia municipal, o do colocação da rodoviária). Agradeçemos que se decida.

Então como resolver este assunto?

Uma negociação direta com as concessionária para baixar o preço dando como contrapardida, e já regulamentada, a zona franca existente. A fixação de um preço justo através de uma negociação séria e, sempre defendendo os interesses da cidade global,  com um unico preço que permitisse um preço igual entre as zonas norte e sul. Sendo também necessário implementar um bilhete uniforme que permitisse usar em todas as zonas concessionadas.  Seria a implementação de uma Emel virtual, um bom desfecho negocial. As empresas concessionárias ganhavam mais território, logo mais taxa rentabilidade per capita  e o Leiriense ganhava no preço.  

A competividade politica não é um carateristica é um defeito.